Quem sou eu

Minha foto
Ribeirão Pires, São Paulo
Sou Ivone e este é o significado do meu nome : Feminino diminutivo de Ivo, que vem do anglo-saxão, e significa pessoa atenta. Nome que indica liberdade e esperança. É próprio de pessoas com grande integridade e que se regem por seus próprios critérios, os quais defendem com firmeza sempre que consideram necessários.

domingo, 13 de janeiro de 2013

Reflexão 2013


  1. Reflexão 2013 - O que faz as pessoas mudarem? Is 1.19

    É muito frustrante quando você está em um relacionamento e a outra pessoa se comporta de maneira que lhe fere. O marido que bebe além da conta. A esposa que é fria e distante. O filho que insiste em viver irresponsavelmente.
    O que fazemos diante disso? Normalmente fazemos o que não funciona: tentamos mudar a outra pessoa. Discutimos, brigamos,... criticamos, reclamamos, tentamos nos fazer de vítima para ver se a pessoa se sente pelo menos um pouco culpada… Tudo o que pudermos — só para fazê-la mudar.

    - O problema é que isso apenas resulta em fazer a outra pessoa ainda mais teimosa, porque todas as nossas tentativas são recebidas como se estivéssemos tentando controlá-la. É como se estivéssemos falando: “Você tem que mudar porque eu gosto de você desse jeito e não do outro.” Soa egoísta, ainda que nós sinceramente queiramos o bem daquela pessoa.
    - A grande verdade é que ninguém muda ninguém. As pessoas só mudam quando querem mudar. Sim, elas podem ser influenciadas a mudar, mas só mudam porque decidiram mudar. Então a pergunta é:
    O que leva uma pessoa a decidir mudar?
    Basicamente duas coisas:
    1. Sentir dor o suficiente para dizer “chega!” A dor é a grande motivadora do ser humano. É como aquele ditado: “Não aprende pelo amor, aprende pela dor.” Por isso não devemos sempre poupar nossos familiares das consequências dos seus comportamentos. Com certeza é vergonhoso ver o seu filho passar a noite na cadeia, mas se ele foi pego dirigindo sem carteira e bêbado, talvez essa é a vergonha que ele precisa sentir para começar a mudar. A palavra-chave é “consequência”. As pessoas têm que viver as consequências de seus atos, mesmos que dolorosas, para poderem despertar para a mudança.
    2. Conhecer algo melhor do que pratica atualmente. Não que a pessoa que é viciada, por exemplo, não conhece nada melhor que o vício. O que ela não conhece é uma maneira melhor de lidar com o que a leva a ser viciada. Uma forma de promover esse conhecimento é quando ela ou ele sabe do caso de alguém que teve o mesmo problema e superou. Essa informação lhe interessa porque todo ser humano se identifica imediatamente com alguém que passou pelo mesmo pleito. É por isso que histórias de superação são tão atraentes e inspiradoras. Portanto, para ajudar alguém a chegar mais perto da decisão de mudar, nosso papel deve ser o de facilitar o acesso daquela pessoa a informações que lhe mostrem algo melhor do que pratica hoje. Veja se não é assim que ocorre: normalmente decidimos mudar nossa dieta depois de visitar o médico e ver o resultado dos nossos exames… Não aceitamos mais um emprego que era bom até tomarmos conhecimento que podemos ter outro melhor…
    Sentir dor o bastante e conhecer algo melhor do que pratica agora. Aí estão os dois segredos que levam uma pessoa a mudar.

    By Moizes Constantino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente e nos fale o que achou da postagem.